Notícias

Notícias

Notícias ABRA

OIE mantém Status de Risco Insignificante para a Encefalopatia Espongiforme Bovina

O presidente da Comissão Regional da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) para as Américas, Dr. Guilherme Marque recebeu no dia 26 de agosto uma carta do Sr. Bernard Vallat, diretor geral da OIE informando que o Brasil continua com status de risco Insignificante para a encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB).
Confira a tradução abaixo e a carta na íntegra após o texto:
Faço referência a sua carta 142/2014 – DAS/MAPA do dia 28 de maio, a minha resposta KHO 30,212 do dia 16 de junho deste ano e aos e-mails posteriores que se referem aos desafios contínuos que o Brasil enfrenta em suas relações bilaterais com países específicos após declarar e notificar um caso atípico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) em maio de 2014.
Como informado anteriormente, o relatório sobre a investigação epidemiológica efetuado  sobre esse caso atípico de EEB foi apresentado para consideração da Comissão Científica para a as Enfermidades Animais.
Tenho o prazer de informar que em virtude a informação fornecida pelo Brasil, a Comissão Científica conclui que de acordo com as informações do capítulo 11.4 do Código Sanitário para os Animais Terrestres, não há razão para modificar o status de seu país então confirmo que o Brasil continua sendo reconhecido oficialmente como país com risco insignificante de EEB.
Hoje será publicada uma declaração a respeito disso no site da OIE.
Cordialmente,
Bernard Vallat.